Projeto Espetáculo é apresentado por aprendizes das Fábricas de Cultura

Projeto Espetáculo 2019 será composto por seis espetáculos com coautoria de 360 aprendizes com apresentações gratuitas, em novembro

Iniciativa das Fábricas de Cultura das zonas norte, sul e Diadema, com apoio de equipamentos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, administradas pela Poiesis, o Projeto Espetáculo 2019 contará com apresentações gratuitas no teatro Sérgio Cardoso e no Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ), durante duas semanas de novembro. O evento chega a estas localidades após passar por temporada nas regiões periféricas onde estão localizadas suas respectivas Fábricas de Cultura.

Projeto Espetáculo 2019

Todas as apresentações da Sala Paschoal Carlos Magno, no Teatro Sérgio Cardoso, acontecerão a partir das 19h, em um espaço que comporta até 144 espectadores. Já no CCJ, o horário é a partir das 17h, no anfiteatro com capacidade para 300 pessoas. As datas do minifestival são: 11, 13, 14, 19, 22 e 26 de novembro. O tema desta edição é “corpo”, que segundo a organização do evento, se insere como marcas de identidade, que carregam a potência da ancestralidade, em uma experiência criativa única.

O objetivo desta iniciativa é promover uma experiência mais profunda no âmbito das artes cênicas destinada aos jovens entre 12 e 21 anos. No decorrer de 10 meses, são feitas pesquisas, ensaios e vivências pautadas em linguagens teatral, da dança, da música e do circo. Na edição 2019, serão seis espetáculos com a participação e coautoria de 360 aprendizes que moram nos distritos onde estão localizadas as Fábricas de Cultura (Brasilândia, Capão Redondo, Diadema, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha), que também contam com a orientação de 50 arte-educadores.

Apresentações

O conjunto da obra da dramaturga e poeta Leda Martins é o ponto de inspiração para os grupos de arte-educadores das Fábricas das zonas norte e sul de São Paulo. Por meio de suas pesquisas de matrizes performáticas da cultura afro-brasileira, chegou-se ao tema deste ano que é o corpo e de como ele se insere e se torna um lugar de encontro e de memória em cincos espetáculos. .  

Já a Fábrica de Cultura Diadema fará sua estreia no Projeto Espetáculo com uma montagem de ópera hip hop. A entidade iniciou suas atividades em novembro do ano passado.

Projeto Espetáculo – jovens aprendizes

Os jovens aprendizes se dedicam à formação artística, construção coletiva, descoberta de afinidades, reconhecimento de potências e troca de saberes. Com isso, os alunos passam por formações realizadas por arte-educadores de diferentes linguagens das Fábricas de Cultura. Além disso, eles contam com a orientação artística de Eliana Monteiro, colaboradora de 34 peças.

O Projeto Espetáculo acontece há 12 anos, de forma experimental e coletiva. Desde 2013, ele é gerido pela Poiesis e já realizou 240 apresentações, formando 1.900 aprendizes e atingindo 20.283 espectadores.

Todo o processo de montagem de uma peça teatral é absorvido e praticado pelas turmas. O aprendizado integra desde a concepção de texto até os trabalhos técnicos de bastidores e de atuação.

Programação

O público que for comparecer aos espetáculos deve chegar com pelo menos uma hora de antecedência na respectiva bilheteria para a retirada de ingressos. Podem assistir peças jovens e adultos a partir dos 12 anos de idade.

Fonte: site ABC do ABC

*Foto: Divulgação