SBC inaugura hospital de urgência em meio à pandemia

Hospital de Urgência será inaugurado amanhã (14) para aumentar a capacidade da cidade em 250 leitos

Na tarde de amanhã (14) , São Bernardo do Campo, no Grande ABC paulista, vai inaugurar mais um Hospital de Urgência em meio à pandemia do novo coronavírus no país. O complexo está situado no centro da cidade, e será o quinto caracterizado como permanente, que visa o atendimento de pacientes infectados pela Covid-19. A cerimônia de abertura contará com a presença do prefeito, Orlando Morando, o governador do Estado, João Doria, o secretário da Saúde do Município, Dr. Geraldo Sobrinho Reple e o secretário de Saúde do Estado, José Henrique Germann.

Hospital de Urgência

A obra do complexo custou R$ 127,6 milhões e vai disponibilizar 250 leitos, sendo 80 de UTI e 150 de enfermaria. Com a inauguração de amanhã, a ideia é desafogar o sistema de saúde do município, que tem recebidos pacientes com coronavírus, fazendo com que São Bernardo saltasse para 517 leitos exclusivos para tratamento da Covid-19, sendo 151 de UTI e 366 de enfermaria.

O Hospital de Urgência é o quinto complexo permanente destinado a receber os pacientes infectados pelo novo coronavírus. No dia 30 de abril, a cidade do ABC paulista reinaugurou o Hospital Anchieta, que inicialmente seria destinado ao tratando de pacientes oncológicos.

Em 2019, o Hospital de Urgência recebeu o prêmio de Melhor Obra de Arquitetura do Estado, pela APCA  (Associação Paulista de Críticos de Arte). O local conta com sete pavimentos e 23.000 m² de área construída, foi feito em três anos e 1.500 profissionais vão trabalhar no complexo.

Luto oficial de três dias

Ontem (12), o prefeito Orlando Morando (PSDB), decretou luto oficial de três dias na cidade por causa das vítimas fatais do novo coronavírus. Em suas redes sociais, ele postou a seguinte declaração:

“São Bernardo está passando por um momento muito difícil. Infelizmente, perdemos 102 vidas por coronavírus na nossa cidade. Mais do que números, são pessoas. Pessoas que tinham sonhos, que tinham história, que tinham família. Por esse motivo, estamos decretando luto oficial por três dias na nossa cidade. Deixo aqui o meu sentimento a todos que perderam seus entes queridos. Espero que Deus possa confortar o coração de vocês.”

A região atingiu ontem 290 mortes decorrentes da Covid-19. Até o momento, são 3.090 casos confirmados e outras 5.952 pessoas que ainda aguardam resultados de exames.

Fonte: Diário do Grande ABC

*Foto: Divulgação