Conselho Municipal de Turismo do Rio: Eduardo Paes participa de primeira reunião

Conselho Municipal de Turismo do Rio debateu a importância das políticas públicas para incentivar o setor na cidade

Na última quinta-feira (27), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, participou da primeira reunião do Conselho Municipal de Turismo (Contur), no Palácio da Cidade, sede do governo municipal.

Conselho Municipal de Turismo do Rio

Recriado em dezembro, o Conselho Municipal de Turismo do Rio debateu, neste primeiro encontro, a importância das políticas públicas para incentivar o setor na cidade do Rio de Janeiro.

Segundo Eduardo Paes:

“O turismo é uma atividade econômica fundamental para a cidade do Rio, vivemos um período de muita crise econômica somada a essa pandemia e os impactos que ela gera na cidade. Vivemos um excepcional momento do turismo, o Réveillon com 100% de taxa de ocupação, o Verão com 75%, 80%, que é um número fantástico. Então, vamos tratando de temas como a melhora da ordem, manutenção e segurança das áreas mais turísticas.”

Conselho mais enxuto

O atual conselho está remodelado, mais enxuto pela Secretaria de Turismo (Setur). Antes era formado por 38 membros, agora serão 30, entre órgãos, entidades e instituições dos setores público e privado.

Sendo assim, a redução pretende dar mais celeridade à construção de políticas públicas voltadas ao turismo. E os objetivos são de promoção e incentivo ao setor como fator de desenvolvimento social e econômico. Além de atividade estratégica na geração de empregos, renda e inclusão social na cidade do Rio de Janeiro.

Para o secretário de Turismo, Bruno Kazuhiro:

“O turismo é uma atividade muito transversal. Este novo conselho conta com a parceria de diversos órgãos, públicos e privados, para que deixemos a cidade mais preparada, organizada e segura para os nossos visitantes. A recriação do Contur é muito importante porque permite a reunião dos principais atores do setor turístico e o diálogo em prol de diagnosticar e resolver, em conjunto, nossos desafios e gargalos.”

Temas abordados na reunião

Entre os temas abordados na reunião: o carnaval, réveillon e a concessão do Aeroporto Santos Dumont. Contudo, Chico Bulhões, secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, explicou que é a favor da realização de concessões. Porém, é preciso zelar para que a capital fluminense não sofra prejuízos que, além do setor econômico, vão impactar diretamente no turismo.

“Primeiro recado importante é o seguinte: a Prefeitura do Rio não é contrária a concessões. Na verdade, é contrária ao modelo que foi proposto, que aprofunda um problema, das normas, da regulação, que não é um problema de hoje. Mas, no momento em que você faz um novo contrato com o setor privado para explorar essa concessão no aeroporto, você tem um potencial imenso de aprofundar esse problema. Esse problema, basicamente, esvazia voos regionais do aeroporto do Galeão.”

*Foto: Reprodução/Beth Santos/Prefeitura do Rio