Festival É Tudo Verdade vira digital em função do coronavírus

Programação do festival É Tudo Verdade será exibida online; estavam previstos 83 longas, médias e curtas-metragens para esta edição

Principal festival de documentários do país, o É Tudo Verdade completa 25 anos de existência. Porém, as comemorações terão que ser parcialmente adiadas, em função da rápida disseminação do novo coronavírus.

Com a atual pandemia do vírus e as orientações dos governos estaduais, fez com que a organização do evento decidisse nesta segunda-feira (16) em suspender as sessões que integram a programação, que começaria no dia 26 de março, em São Paulo, e em 31 de março, no Rio de Janeiro.

Festival É Tudo Verdade – edição online

No entanto, para não deixar os cinéfilos passando vontade, o festival É Tudo Verdade estenderá a lista de filmes disponíveis online. Antes do anúncio de hoje, a programação já contava com 15 produções que seriam transmitidas pelo site do Itaú Cultural e também pelo serviço de streaming da Spcine, o Spcine Play.

Em nota, a organização do festival explicou:

“O É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários decidiu, em sintonia com seus patrocinadores e parceiros, realizar sua 25ª edição em duas etapas: uma, digital, no período originalmente agendado (fim de março/início de abril), e outra, presencial, em datas ainda a serem especificadas de setembro próximo.”

E em relação a pandemia do novo coronavírus, o comunicados disse o seguinte:

“Priorizando sempre a saúde, a segurança e o bem-estar de todos, rogamos para que as precauções sanitárias aconselhadas sejam rigorosamente cumpridas. Agradecemos o apoio das autoridades e de nossos parceiros, assim como de nosso público, convidados e equipe.”

Mais informações em breve

Já em relação a mais detalhes, como a quantidade e quais títulos do festival É Tudo Verdade serão disponibilizados, serão divulgados em breve.  

Na edição deste ano, estavam previstos inicialmente a exibição de 83 longas, médias e curtas-metragens, incluindo ainda sessões especiais em comemoração aos 25 anos de atividades da principal mostra de documentários do país.

A maior parte dos títulos selecionados para este ano possuía forte teor político e também abordava temas como as fake news, tão recorrentes nas discussões de hoje.

A organização do festival É Tudo Verde deve agora se reunir na intenção de traçar os últimos ajustes sobre a fase presencial do evento cinematográfico, que ainda não possui data certa para ocorrer.

Fonte: Folha de S. Paulo

*Foto: Divulgação