Programa de Artesanato de Macaé: artesãos podem se inscrever até dia 15

Programa de Artesanato de Macaé ocorre por meio da Prefeitura e da Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro

Durante esta segunda-feira (13) e quarta-feira (15), a Prefeitura de Macaé e a Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro vão receber inscrições para o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro. o evento será no auditório da Prefeitura do município, na Avenida Presidente Sodré, 534, das 9 às 16 horas.

Programa de Artesanato de Macaé

A expectativa do Programa de Artesanato de Macaé é que 200 artesãos compareçam para fazer a renovação no programa e que outros 200 compareçam para se inscrever e retirar posteriormente a Carteira Nacional do Artesão.

De acordo com o secretário de Cultura, Leandro Mussi:

“O artesanato é fundamental para contribuir para a identidade cultural da nossa cidade, movimentando a economia turística e mostrando valores, costumes e características do município.”

Documentos

Para se inscrever, o artesão deve levar os seguintes documentos:

  • foto 3×4;
  • cópias do comprovante de residência;
  • CPF, RG, PIS/PASEP ou a última contribuição do INSS (caso tenha); produtos finalizados (podem ser cadastradas até três técnicas diferentes); e uma peça inacabada para finalização no local.

Programa do Artesanato Brasileiro (PAB)

Além disso, o programa segue as diretrizes do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), do Governo Federal. O artesão deverá ler a portaria 1.007/Sei de 11 de dezembro de 2018 da base conceitual para saber se o seu trabalho se encaixa na normalização. No entanto, o artesão que se inscreveu antes de 2015 precisa atualizar seus dados, e levar a documentação necessária.

Benefícios

Contudo, o ingresso no Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro garante uma série de benefícios como:

  • Carteira Nacional do Artesão;
  • participação em feiras do PAB;
  • divulgação;
  • capacitação e qualificação, microcréditos e comercialização e descontos no comércio de 30 a 40%.

Mussi ainda ressaltou:

“É muito importante que o artesão participe na próxima semana, queremos fomentar essa atividade que é uma verdadeira arte, feita com diversas técnicas, modelos e materiais e uma forma de expressão e preservação da cultura local.”

Objetivo do programa

O Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, coordenado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ/TurisRio), tem como objetivo reconhecer a atividade como geradora de desenvolvimento regional e registro vivo da história local. O programa coloca em prática ações que visam o empreendedorismo para os inscritos, além de identificar e mapear a matéria-prima e técnica utilizada pelos artesãos do estado.

*Foto: Reprodução