Niterói abre novos negócios em meio à pandemia

Aos poucos, a crise provocada pelo novo coronavírus tem sido alterada. Prova disso é que empreendimentos estão surgindo em meio ao período de distanciamento social no estado do Rio de Janeiro. E Niterói abre novos negócios. Na cidade é comum ouvir o termo de quem investe lá, acreditar em novidades.

Niterói abre novos negócios

É o caso de um bar para mulheres cuidarem da beleza. No local, as sócias Aline Bernardes e Rosana Geber já tinham a intenção de abrir um negócio no segmento de beleza em Niterói. Porém, elas buscavam algo inovador. Sendo assim, após uma viagem a Las Vegas (EUA), onde conheceram as escovarias, passaram a ter ideias. Lá, era oferecido às clientes um cardápio de drinks. Portanto, elas decidiram investir neste conceito e sem se preocupar com a pandemia e a crise na economia. Amanhã (27) será a inauguração, na galeria Manhattan Business, no bairro de Icaraí. Sobre o empreendimento, Aline explica:

“Nós nos planejamos, e a pandemia só nos levou a aperfeiçoarmos os protocolos de segurança. Acreditamos muito na novidade que estamos trazendo para Niterói. Tudo o que fizemos foi pensando em como nós mesmas gostaríamos de ser atendidas.”

Petiscaria na pandemia

Pensamento similar tiveram os sócios Thiago Almeida e Max Moura. Os dois não se deixaram intimidar pela quarentena e abriram juntos uma petiscaria e drinqueria na orla de Jurujuba. O bar Mureta, inaugurado no começo deste mês, serve bolinhos de bacalhau, pastéis, drinques especiais, além do chopp Malteca, produzido no bairro. Com uma proposta descontraída, a casa incorpora vários elementos da orla dos pescadores. Isso se reflete na decoração com imagens locais ou na logomarca com a ilustração de uma gaivota, como as que estão sempre por ali, afirma Almeida:

“A paisagem realmente é um grande atrativo. O clima também é sempre muito sossegado. Para aproveitar, as pessoas estão trazendo cadeiras de praia para cá e acabam consumindo no bar. Esse movimento tem sido bem legal!”

Comida paraense

Já o restaurante Grão Pará, assim como o nome, aposta na comida paraense. O negócio deu tão certo, que já foi aberta a primeira filial em Niterói, em Icaraí. A aposta do administrador da rede, Marcelo Eufrásio, foi apetite dos residentes da cidade por novidades, revela:

“Atendemos muitos clientes de Niterói na unidade de Copacabana. A quantidade de paraenses aqui também é grande. Isso tudo nos deu segurança.”

Livraria da Travessa

O conceito de Niterói abre novos negócios pegou mesmo e em novembro virá mais uma novidade para os amantes de literatura. Será a inauguração da unidade da Livraria da Travessa. Atualmente em fase de construção, na rua Tavares de Macedo. O local conta com três andares. Portanto, a megaloja tem tudo para se tornar o novo ponto de encontro da literatura em Icaraí. O espaço ainda se integrará a uma praça e uma vila. Além disso, a livraria terá dois auditórios (com 25 e 50 lugares), que também poderão se transformar em um só. No primeiro andar do prédio terá um café, com parklets nas calçadas.

*Foto: Divulgação/Grão Pará