Pandemia gera lucro a hotéis e creches para pets

Hotéis e creches para pets foram necessários neste período de isolamento social, pois eles também sentiram tais efeitos como os seres humanos

A pandemia afetou também os animais de estimação. Basta pensar que os seres humanos tiveram dificuldade para ficarem mais em casa, imagine os bichinhos.

Portanto, este pensamento também se tornou um nicho da economia durante a quarentena do ano passado e que segue até hoje.

Hotéis e creches para pets

Com o intuito de poderem caminhar mais, relaxar e se exercitar sem aglomerações, os hotéis e creches para pets se tornaram uma fonte de renda a empreendedores. É o caso da nutricionista Daniela Henrique, residente do bairro do Catete no Rio de Janeiro e que é “mãe” de Happy, de 9 meses.

No começo deste ano, ela “matriculou”o golden retriever de 9 meses no Espaço Zolina (@espacozolina), em Laranjeiras. Lá, o cachorro fica uma vez por semana e brinca com as monitoras, além de se divertir na piscina e fazer aulas de adestramento. Daniela ressalta:

“Ele já entende e reage quando damos comandos básicos como “não”, “fica”, “senta”. Na creche, ele gasta energia e está sempre aprendendo alguma coisa.”

Daniela conta ainda que toda quarta-feira Happy já fica expectativa de ir para a aula. Ela já abanando o rabinho, pula na porta, puxa a coleira e “até esquece que tem mãe”.

“Eu e meu marido temos trabalhado muito na pandemia e não conseguimos passear com o Happy tanto quando gostaríamos. E ele é o amor de nossas vidas. Saber que está seguro e bem tratado na Zolina é uma tranquilidade.”

A hora da creche custa R$ 20, e para deixar o animal um dia por semana, das 8h às 17h, paga-se R$ 240 por mês, com aulas de adestramento incluídas.

Estímulo cognitivo dos animais desde filhotes

A dona da creche, a veterinária Renata Bloomfield, possui quatro gatos e dois cachorros. Ela revela que é importante o estímulo cognitivo dos animais desde filhotes.

“Queria oferecer um espaço onde os donos pudessem deixar seus cachorrinhos para serem estimulados enquanto eles trabalham, vão ao supermercado ou resolvem outros compromissos.”

Club Pet

Além disso, a pandemia também gerou oportunidades para quem abriu hotel só para pets. É o caso da empresária Fabiana Velmovitsky, dona do Club Pet (@clubpetrj), com unidade no Leblon. Ela sentiu que o espaço virou a salvação para os bichinhos que ficaram mais presos em casa.

O clube oferece hotel, creche, aula de natação, clínica e pet shop. Ela afirma que no primeiro mês de pandemia a procura caiu bastante. Entretanto, não demorou muito para que 70% da clientela retornassem rapidamente.

Atualmente, são recebidos de 40 a 60 cachorrinhos por dia no hotel e creche. A diária custa de R$ 42 a 92, para a creche; e de R$ 100 a R$ 154, para o hotel. E também há pacotes de R$ 228 e R$ 350, conforme o horário.

Mas alguns serviços passaram a fazer mais sucesso, como a entrega dos pets de carro. Os cuidados, que já existiam, ficaram ainda mais rigorosos.

*Foto: Divulgação