Polo de Produção Musical de Joinville recebe inscrições

Polo de Produção Musical pretende expandir de 130 para 300 pessoas atendidas

A proposta do Polo de Produção Musical, em Joinville (SC) é inédita e visa ampliar de 130 para 300 pessoas atendidas. Outra novidade é a descentralização dos núcleos de ensino. Agora, as atividades para iniciantes serão desenvolvidas em três espaços: a sede da corporação, no Centro da cidade; no bairro Vila Nova, na Zona Oeste; e no bairro Boa Vista, na Zona Leste. As aulas são gratuitas e não é necessário possuir instrumento.

Polo de Produção Musical

Para entrar para o Polo de Produção Musical é preciso se inscrever e participar de um teste de seleção. Para a iniciação musical, foram abertas 150 vagas para crianças a partir de 10 anos, com aulas uma vez por semana, das 8h30 às 11h, e das 14h30 às 17h. Os músicos mais experientes ingressarão na Banda Experimental, Jovem ou Sinfônica, de acordo com o nível demonstrado, e terão aulas em horário comercial, de segunda a sexta-feira.

Serão aceitos músicos com conhecimento em clarinete, eufônio, fagote, flauta, oboé, saxofone, trompa, trombone, tuba, trompete e percussão (sinfônica e popular).

Inscrições

As inscrições para ambas as modalidades são gratuitas e devem ser realizadas presencialmente (sala da Banda no CBVJ), das 10h às 12h e das 13h às 18h, ou pelo site, até dia 28 deste mês.

No dia 29 de fevereiro será feita a seletiva para as turmas iniciantes, às 14h, na corporação. Já a avaliação para os candidatos com experiência será marcada individualmente após a inscrição. Nesta modalidade, não é obrigatório ter instrumento, porém, será um diferencial. As aulas começam na primeira quinzena de março.

Banda dos Bombeiros

O regente da Banda dos Bombeiros, Geraldo Garcia da Rosa, completa que o projeto é uma grande chance para pessoas que querem aprender música, desde a teoria até a leitura de partituras, ou aperfeiçoar os conhecimentos, afirma o músico:

“Estamos contribuindo com a formação de plateia, gosto musical e inserção dos jovens no universo cultural.”

Já Matheus Cadorin, diretor executivo da Associação, destaca:

“A atenção aos talentos e o cuidado com as futuras gerações faz parte da cultura da corporação. Os bombeiros voluntários buscam novas formas de estar cada vez mais próximos da comunidade.”

Instrumental – Polo de Produção Musical

Para Guilherme Gassenferth, produtor do Polo de Produção Musical do CBVJ, o programa dá a chance para que mais pessoas conheçam e pratiquem a música instrumental, e ainda fortalecer a cultura musical do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville. Neste ano, a Banda dos Bombeiros completa 16 anos desde a sua reedição e formação atual. Sobre isso, Guilherme garante:

“É mais uma contribuição dos Bombeiros Voluntários, para a cultura e a comunidade de Joinville.”

O projeto obteve recursos graças ao apoio da Hapvida e Selbetti, via Lei Rouanet.

Por fim, Gassenferth informa que pela primeira vez o Polo de Produção Musical do CBVJ vai oferecer aulas para tuba, eufônio, fagote, oboé, entre outros instrumentos. E diz também que no futuro terão uma banda sinfônica completa. Prestígio é o que não falta. Só em 2019, foram realizadas 11 apresentações, em Joinville e em outras cidades do Estado, para mais de 40 mil expectadores.

Fonte: Site NSC Total

*Foto: Divulgação