Primeiro caso de sarampo é confirmado em Piedade

A paciente é uma mulher de 27 anos, que está internada na Santa Casa do município

Primeiro caso de sarampo é confirmado em Piedade, na região metropolitana de Sorocaba, interior de São Paulo. A ocorrência foi registrada pela prefeitura na quarta-feira (24), que gerou a internação de uma mulher de 27 anos, residente do bairro Vila Moraes, que encontra-se na Santa Casa do município.

Medidas preventivas

Medidas de bloqueios já foram feitas pela Vigilância Epidemiológica, de acordo com orientações da Regional de Saúde. Primeiro caso de sarampo é confirmado em Piedade justamente quando a vacinação ainda estava acontecendo. Por conta disso, a operação da vacina será intensificada.

Para ficar imune à doença, a população local deve-se dirigir ao Ambulatório Médico Odontológico Municipal de Piedade (Amomp), além das unidades de saúde dos bairros: Bateia, Correas, Godinhos, Leites, Miguel Russo, Sarapuí dos Luz e Vila Moraes.

Horários de atendimento

Ao chegar aos locais de imunização, o cidadão deve apresentar RG e carteira de vacinação. O atendimento é de segunda sexta-feira, das 7h às 16h. É importante ressaltar que pessoas com idades entre um e 29 anos devem ter duas doses da tríplice viral (SCR) mencionadas na carteira de vacina. Já os que tem acima de 29 anos deve constar apenas uma dose registrada. Pessoas com mais de 59 anos estão dispensadas de tomar qualquer uma das doses.

No dia 3 de agosto (sábado) haverá uma averiguação e atualização de carteiras de vacinação. A verificação acontecerá no Amomp, das 7h às 15h. No entanto, as atualizações serão feitas no espaço de acordo com disponibilidade do estoque de doses.

Como o sarampo é transmitido

O Sarampo é transmitido por contato direto com secreções corpóreas e saliva de pessoas doentes. Portanto, trata-se de uma doença infectocontagiosa. Ela pode ser difundida ainda por meio de aerossóis, originárias de gotículas que a pessoa emite ao falar, por uma tosse ou por respiração que pode ficar no ar e, com isso, infectar ambientes.

O sarampo inicia sua fase de transmissão em torno de cinco dias antes de se enxergar uma vermelhidão no corpo (exantema). Após seu aparecimento, a doença dura cerca de mais cinco dias.

Os sintomas são: conjuntivite, dor de cabeça, febre, tosse, entre outros. No início, a pessoa pode pensar se tratar de uma gripe pela semelhança de seus efeitos no organismo. Porém, a diferença está nas manchas vermelhas que começam a surgir na cabeça e vão descendo para outras partes do corpo. É de suma importância redobrar a atenção em crianças. Pois, nestes casos elas podem vir a óbito e a única prevenção é a vacina.

Casos em outras cidades

A cidade de Sorocaba registrou um caso de sarampo em 24 de abril. A doença se instalou em uma criança de 7 anos, do bairro Campolim. Na ocasião, ela foi internada e depois recebeu alta. A Prefeitura ressaltou que o último caso registrado como originado no município (autócne) havia sido em 1999.

Dois meses depois, a cidade de Votorantim também registrou um caso de suspeita da doença infectocontagiosa. Os sintomas foram apresentados em uma criança de 9 anos. Na ocasião, foi solicitado pela Vigilância Epidemiológica exames para confirmar a suspeita de sarampo.

Fonte: jornal Cruzeiro do Sul

*Foto: Divulgação / Agência Brasil – Marcelo Camargo