Barueri se torna cidade sustentável, segundo governo estadual

Município ficou em 61º no ranking de 2019 e à frente da capital paulista

Barueri se torna cidade sustentável na lista deste ano do Programa Município VerdeAzul (PMVA), promovido pelo governo estadual. O município ficou em 61ª posição no ranking, passando na frente de São Paulo, capital do estado. Ao todo, 542 localidades foram avaliadas.

Reconhecimento

Em julho deste ano, a cidade recebeu a condecoração pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo. A cerimônia aconteceu no município de Bauru. Em relação à qualificação, esta é um simulado que serve de certificação, segundo a gestão estadual. Ela acontece no de cada ciclo anual. De um total de 638 inscrições, 164 cidades foram condecoradas em 2019.

Barueri se torna cidade sustentável

Barueri se tona cidade sustentável com nota média de 59.75. O indicativo já foi maior do que em 2018. As notas mais altas para a cidade foram: 9,2 para Conselho Ambiental e 7,0 para Município Sustentável. No entanto, recebeu 3,65 para Gestão de Águas e 3,35 para Arborização Urbana.

Foi levado bastante em consideração para estar entre as 70 mais bem avaliadas o fato de Barueri realizar ações de proteção animal, os trabalhos do Conselho Municipal do Meio Ambiente e seus cursos de formação nesta área, além das coletas seletiva e de entulho.

História do PMVA

O Programa Município VerdeAzul foi criado em 2007, na intenção de impulsionar e ajudar as prefeituras a elaborar e realizar ações de políticas públicas ligadas à sustentabilidade. Um ano depois, passou a ocorrer a certificação, que consiste nos municípios preencherem 85 requisitos. As tarefas dizem respeito a:

  • Arborização Urbana;
  • Biodiversidade;
  • Conselho Ambiental;
  • Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos;
  • Estrutura e Educação Ambiental;
  • Gestão das Águas;
  • Município Sustentável;
  • Uso do Solo.

Notas dos últimos anos

Em 2008, no primeiro ano de classificação do programa, a cidade de Barueri teve nota 37,18. Desde que participa da classificação, seu melhor indicativo foi em 2015, quando obteve nota 77,61. Já no ano passado, conquistou 123ª posição, com nota 59,18. Graças a um índice um pouco melhor em 2019, atingiu o 61° lugar no ranking.

Esta nota refletiu bastante seu desempenho em relação a outras cidades da mesma região. Entre elas, Osasco ficou em 124ª posição e Santana de Parnaíba, em 136ª. Já Itapevi, Carapicuíba, Cotia e Jandira ficaram ainda mais distantes, em 367ª, 405ª, 489ª e 489ª, respectivamente.

Já em comparação a cidade de São Paulo, o município de Barueri também teve uma classificação melhor que a 96ª posição da capital paulista.

No entanto, foram três cidades do interior do estado que tiveram a melhor classificação no ranking. São elas: Botucatu, Lençóis Paulista e São Pedro do Turvo, respectivamente.

Fonte: site Barueri na Rede

*Foto: Divulgação