Sobe o número de casos de Covid-19 em Fernando de Noronha

Agora, total de casos de Covid-19 em Fernando de Noronha é de 138, com novas infecções confirmadas durante o final de semana

O Arquipélago de Fernando de Noronha confirmou mais cinco casos de Covid-19 durante o fim de semana, segundo a Administração do local. Sendo assim, com os novos registros, o total geral desde o começo da contagem subiu para 138. Desde a reabertura total do turismo na ilha, em 10 de outubro, são 14 novos casos.

Covid-19 em Fernando de Noronha

Os casos Covid-19 em Fernando de Noronha aumentaram a partir do sábado (24), quando houve dois registros de infectados. Trata-se de uma funcionária de uma pousada da região e um empresário. E ontem (25), três passageiros de um voo fretado que chegou à ilha testaram positivo para a doença. Portanto, todos eles tiveram de cumprir quarentena em isolamento domiciliar, e agora Noronha tem 12 pacientes em recuperação.

Ainda no sábado, a Administração da ilha confirmou a volta da transmissão comunitária na região paradisíaca. Contudo, esse tipo de confirmação não acontecia desde abril, ocasião em que o arquipélago fechou seu aeroporto.

Registros atuais

Até o momento, Fernando de Noronha contabiliza no total 138 registros do novo coronavírus, sendo 83 casos locais e 55 casos importados. Do total, 126 pacientes já tiveram cura clínica confirmada. Todavia, a região não registrou nenhum óbito em consequência da Covid-19.

Turismo no arquipélago

Em contrapartida, o protocolo para o turismo em vigor exige que quem desembarca na ilha apresente resultado do teste para a doença. Além disso, quando o visitante deixa a ilha também precisa realizar um novo exame. Porém, este segundo é pago pelo Governo do Estado do Pernambuco.

Aplicativo Dycovid

A fim de facilitar a vida dos moradores do arquipélago, a Administração local recomendou a todos que baixem em seus smartphones o aplicativo Dycovid. A mesma exigência vale para os turistas que entram na ilha.

O objetivo do Dycovid é rastrear casos positivos de Covid-19 em Fernando de Noronha. Em seguida, é criado um alerta aos usuários sobre o risco de contaminação, se algum deles tenha tido contato com alguma pessoa infectada.

Por fim, o app também auxilia o controle da circulação do vírus e, consequentemente, aumenta a segurança de moradores e turistas. O que garante que a ilha permaneça aberta ao turismo.

*Foto: Divulgação/ Clarrisa Paiva