Programa Adolescente Aprendiz recomeça oficialmente em Diadema

Programa Adolescente Aprendiz contou com declaração do rapper Emicida

Na semana passada, a cidade de Diadema contou com uma declaração do rapper Emicida para 500 estudantes da Rede Pública Municipal sobre o retorno do programa Adolescente Aprendiz.

“Depois que você adquire conhecimento, ele é seu e se transforma numa ferramenta para você conseguir destravar cada um dos problemas que aparecem na sua realidade.”

Programa Adolescente Aprendiz

O programa Adolescente Aprendiz é uma iniciativa da Prefeitura, que teve início oficial na última sexta-feira (18), em aula inaugural realizada no Teatro Clara Nunes.

Mensagem de Emicida

Apesar do retorno só agora, a mensagem enviada por Emicida foi gravada em outubro do ano passado. Na ocasião, o programa tinha acabado de se transformar em lei municipal com aprovação unânime da Câmara de Vereadores. Porém, pela primeira vez foi vista e ouvida por todos os jovens entre 14 e 17 anos que se inscreveram nesta primeira fase do programa. A previsão é que outras 200 vagas sejam abertas até o final do ano, movimentando a economia local.

Segundo o músico, que é um dos grandes incentivadores das políticas sociais e fomento à cultura do país:

“Com essa capacidade de não cair em qualquer xaveco e criar pontes que superem as barreiras que aparecem na nossa vida é que a gente vai transformando o mundo num lugar melhor, firmão? Acredito em cada um e cada uma de vocês. Torço, luto e tamo junto. Valeu Secretaria de Educação de Diadema, força, até a vitória. Valeu juventude que está no programa Adolescente Aprendiz, tamo junto.”

Aula inaugural do Programa Adolescente Aprendiz

Na aula inaugural, estiveram presentes o prefeito José de Filippi Júnior, a secretária de Educação Ana Lúcia Sanches, o presidente da Câmara de Vereadores, Josa Queiroz, a secretária de Assistência Social, Márcia Barral,  o secretário de Mobilidade e Transportes, Osvaldo Misso, o presidente da Fundação Florestan Fernandes, Maninho.

O programa

O Programa Adolescente Aprendiz visa o desenvolvimento durante o contraturno nas escolas, ações pedagógicas, além do desenvolvimento de habilidades e competências de estudantes entre 14 e 17 anos parar integrá-los ao mercado de trabalho. As atividades nos núcleos habitacionais da cidade, locais onde o programa será ofertado, começam nesta segunda-feira (21).

Sua aplicação compõe o conjunto de políticas públicas de educação integral do município. Além disso, uma das novidades do novo formato do programa é sua descentralização, levando as atividades para mais próximo de onde vivem os adolescentes.

As escolas que oferecem o Programa Mais Educação também farão parte do processo de formação dos adolescentes.

Contudo, o programa foi dividido em duas modalidades: o Adolescente Aprendiz Primeiros Passos, para quem tem idade de 14 e 15 anos; e o Adolescente Aprendiz Travessia, para quem tem de 16 a 17 anos. Nos dois casos os adolescentes deverão frequentar as atividades segundo o calendário anual do Programa.

Benefício mensal

Por fim, os adolescentes participantes receberão um benefício mensal durante o período em que permanecerem sob o respaldo do programa. Para os beneficiários do Programa Adolescente Aprendiz Primeiros Passos, o valor é de R$ 150. E para os beneficiários do Programa Aprendiz Travessia, o valor é R$ 300.

*Foto: Reprodução