Atividade turística de Curitiba é destaque em Festival de Cidades Criativas

Atividade turística de Curitiba integrou seleta rede internacional, na categoria Design, ao lado de cidades como Buenos Aires (Argentina), Nagoya (Japão), Shenzhen (China), Shangai (China) e Bilbao (Espanha)

Iniciativas de turismo inteligente de Curitiba, como a Escola de Turismo, o Liceu de Ofícios Criativos, a rede de lojas #CuritibaSuaLinda e o programa Madeira nas Arcadas, foram destaques no Festival de Verão Cidades Criativas, em João Pessoa (PB). O evento, que começou terça-feira (15/3) e vai até este sábado (19/3), reúne os municípios brasileiros que fazem parte da Rede de Cidades Criativas da Unesco.

Atividade turística de Curitiba

Além disso, a atividade turística de Curitiba integrou uma seleta rede internacional, na categoria Design, ao lado de cidades como Buenos Aires (Argentina), Nagoya (Japão), Shenzhen (China), Shangai (China), Bilbao (Espanha) e Graz (Áustria).

Por integrar a rede, a capital paranaense tem o direito agora de usar o selo Curitiba Cidade do Design da Unesco.

Na quinta-feira (17), ocorreu a palestra no seminário Projetos Criativos e Distritos Criativos. Neste painel, ela compartilhou iniciativas e programas voltados ao desenvolvimento da capital paranaense como Destino de Turismo Inteligente (DTI) no país.

Segundo Tatiana Turra, presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, a cidade vem adotando um planejamento estratégico que estimula o desenvolvimento integrado de projetos e da economia criativa, por meio de iniciativas como a Escola de Turismo e o Liceu de Ofícios Criativos, voltados à capacitação de artesãos, designers, artistas e outros criadores.

Programa Madeira nas Arcadas

Ela ainda citou o programa Madeira nas Arcadas, que reúne em um espaço sob as arcadas das Ruínas de São Francisco designers de peças sustentáveis em madeira.

“São criações que mostram que a madeira tem uma segunda vida. Que a madeira resultante da poda de uma árvore da cidade pode ser aproveitada e transformada em um novo produto, dentro do conceito de cidade inteligente, que aposta na economia circular, adotado por Curitiba.”

E ainda reiterou:

“Não há como desenvolver uma cidade inteligente sem o fortalecimento cada vez maior da sua economia criativa.”

#CuritibaSuaLinda

Por outro lado, os diferenciais das feiras de artesanato de Curitiba também foram destaques no seminário Festival de Verão Cidades Criativas:

“As 16 feiras de artesanato pelos bairros de Curitiba, entre elas a tradicional Feirinha do Largo da Ordem de domingo, são exemplos de que um trabalho contínuo de curadoria e de capacitação dos expositores pode transformar vidas e gerar renda para toda uma cadeia da economia criativa.”

Por fim, a rede de lojas de suvenires #CuritibaSuaLinda, da Prefeitura, foi mostrada como exemplo de iniciativa que amplia o mercado para os criadores da capital e ainda inspira o espírito de pertencimento à cidade dos curitibanos.

A rede possui sete lojas (Jardim Botânico, Palacete Wolf, Torre Panorâmica, Memorial Paranista, Centro Cultural David Carneiro, Mercado Municipal e Shopping Estação) com o melhor do artesanato e do design com motivos curitibanos.

*Foto: Reprodução