Setor de borracha ganha Plano de Desenvolvimento em Diadema

O programa para o setor de borracha foi apresentado em três partes: Plano de Desenvolvimento Econômico, explanação do Programa de Incentivos Fiscais e esclarecimento de dúvidas

Na semana passada, a Secretaria de Finanças da Prefeitura de Diadema se reuniu na sede do Sindicato das Indústrias de Artefatos de Borracha e da Reforma de Pneus do Estado de São Paulo (Sindibor) para apresentar a palestra “Diadema de Portas Abertas para Sua Empresa”. Durante o evento, foi explicado as três fases do Plano de Desenvolvimento Econômico e dos benefícios que podem receber por meio do Programa de Incentivos Fiscais de Diadema, voltados à instalação de novas indústrias na região. Ficaram responsáveis por toda a explanação, o secretário de Finanças, Francisco Rocha; o coordenador do programa de Desenvolvimento Econômico, Israel Borges de Oliveira; e pelo diretor de Rendas da Secretaria, Michel Ito.

Setor de borracha – Plano de Desenvolvimento Econômico

Para viabilizar o setor de borracha na cidade de Diadema, o Plano de Desenvolvimento Econômico gerou debates iniciados dois anos antes. É o caso do Fórum da Cidade, que discutiu revisar o Plano Diretor, além do estudo de Origem e Destino e a Vocacional, que visam promover o crescimento do município durante os próximos anos.

A elaboração deste plano teve o apoio das entidades: Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Associação Comercial e Industrial de Diadema (ACE). Juntos, todos debateram os pontos capazes de garantir o fortalecimento das companhias já instaladas na região. Sobre isso, Francisco Rocha afirmou ao jornal ABC do ABC:

“Diadema quer atrair novos empreendedores que irão colaborar com a capacitação de nossa mão de obra, aumentar a renda e trazer mais conhecimento tecnológico para o município. Nosso plano também estimula as empresas que já estão instaladas na cidade”.

Incentivos fiscais para o setor de borracha

O Programa de Incentivos Fiscais é oferecido pela prefeitura de Diadema às empresas que desejam de instalar na cidade ou que possuam interesse em ampliar seus negócios e gerar mais empregos formais. Além disso, o município possui o melhor de logística da região, por estar perto do Porto de Santos, Rodoanel e aeroportos.

Esta é a maior campanha do gênero já feita em Diadema, que é apoiada pela Lei Complementar 453, de 25/10/2018 e que integra parte do Plano de Desenvolvimento Econômico.

Empresários de Diadema

Desde o começo de agosto deste ano, os empresários de Diadema tem recebido a visita de técnicos da Secretaria de Finanças, ocorridas nas próprias companhias e também no Paço Municipal e em entidades do setor. A intenção é auxiliar na análise de qual é o benefício mais adequado para tal negócio. Nos encontros, os empresários também recebem a cartilha “Programa de Incentivos Fiscais – Diadema de Portas Abertas para sua Empresa”.

Nova lei

De acordo com a nova Lei de Incentivos Fiscais, as empresas industriais, cooperativas e também a de prestação de serviços podem ter acesso a descontos em Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU); no Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI); e no Importo Sobre serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

Além disso, para as práticas de instalação, expansão, modernização, reativação e da atividade econômica de companhias optantes pelo Simples Nacional, levando em conta a função social e expressão econômica do negócio, também será concedido incentivos fiscais revertidos em descontos do IPTU de 50% pelo prazo de 5 anos.

Fonte: Jornal ABC do ABC

*Foto: Divulgação / Thiago Benedetti