Trabalhadores da Comcap: saiba mais sobre situação

Trabalhadores da Comcap estão parados desde o dia 21 e convocaram assembleia para esta terça-feira (28)

Nesta terça-feira, trabalhadores da Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital) participarão de uma assembleia extraordinária, em Florianópolis. Segundo publicação do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de Florianópolis (Sintrasem), a reunião espera a apresentação de uma proposta por escrito por parte da Prefeitura da capital catarinense.

Trabalhadores da Comcap

Ainda de acordo com divulgação do sindicato, o comprometimento da formalização ocorreu durante reunião, na tarde de ontem (27), com o Executivo.

E se for encaminhada à comissão desse setor da economia catarinense, ela será lida e avaliada pelos trabalhadores da Comcap. Além disso, informes, encaminhamentos e considerações da greve estão em pauta do encontro.

Entenda o caso

No dia 21 de setembro, os trabalhadores aprovaram a greve durante assembleia. Tal movimento é uma maneira de protesto contra a terceirização da Comcap.

O primeiro dia de paralisação foi marcado por protestos e conflitos entre manifestantes e agentes de segurança. Na ocasião, os manifestantes se concentraram em frente ao CVR (Centro de Valorização de Resíduos), no bairro Itacorubi, e bloquearam a passagem de caminhões.

Tribunal de Justiça

Desde então, o desembargador Sérgio Roberto Baasch Luz, do Tribunal de Justiça, deve autorizar nesta sexta-feira (1) a demissão por justa causa dos funcionários em greve.

Baasch argumenta no despacho que houve descumprimento por parte do Sintrasem. Ainda no dia 21, ele tinha determinado ilegalidade da greve, atendendo pedido da procuradoria-geral de Florianópolis.

Contudo, no dia em que a demissão por justa causa dos grevistas foi autorizada pela justiça, uma portaria municipal listou mais de 500 servidores que estariam participando.

Prazo

Por fim, o prazo para que cada servidor se manifeste acaba nesta quinta-feira (30). Depois disso, uma comissão vai avaliar as propostas e instaurar processo administrativo individual para a conclusão das demissões.

*Foto: Reprodução/Sintrasem