Centro de convivência para idosos é inaugurado em Campos do Jordão

Governador Joao Doria esteve na inauguração e também visitou o parque da Lagoinha juntamente com o prefeito da cidade, Fred Guidoni

Centro de convivência para idosos foi inaugurado no dia 20 de julho, na cidade de Campos do Jordão, na região da Serra da Mantiqueira, no estado de São Paulo.

A cerimônia contou com a presença do governador Joao Doria (PSDB) e da secretária de Estado e Desenvolvimento Social, Célia Parnes. O Centro de Convivência do Idoso (CCI) leva o nome de “Wilma JundiDubieux”.

Doria declarou aos jornalistas do evento:

“Nós temos menos de sete meses de governo e este já é o 12º Centro de Convivência do Idoso que estamos inaugurando. Estamos, portanto, a cada mês, inaugurando dois centros e vamos tentar seguir esse mesmo bom ritmo. Isso é prova de respeito pelas pessoas da terceira e pela cidadania”.

Centro de convivência para idosos

O centro de convivência para idosos vai atender 200 pessoas com 60 anos ou mais, independentes e em situação de vulnerabilidade. Das 12 unidades entregues até o momento, dez delas são CCIs e duas delas, Centro Dia do Idoso (CDIs).

O projeto faz parte do Programa São Paulo Amigo do Idoso, comandado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. As instalações de Campos do Jordão custaram R$ 716,9 mil, sendo que R$ 250 mil deste valor veio do Governo do Estado e o restante pela Prefeitura do município. O local possui 250 metros quadrados de área construída. O espaço conta com salão de convivência, cozinha, área de serviço, despensa, escritório e três sanitários (feminino, masculino e com acessibilidade).

Objetivos

O centro de convivência para idosos visa integrar as pessoas da terceira idade, e evitar que elas se isolem. O espaço também vai proporcionar atividades socioeducativas, com a intenção de despertar novas habilidades entre seus participantes.

Célia Parnes afirmou durante a cerimônia sobre o espaço:

“Queremos avançar na criação de uma cultura para o envelhecimento ativo. Espaços como este possibilitam que nossos idosos possam mais e melhor, tendo uma vida digna e mais saudável”.

A inauguração também teve a presença dos secretários de Estado e Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, e de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

Reconhecimento

Durante o evento, Doria e Célia Parnes entregaram o Selo Intermediário Município Amigo do Idoso para Aguilar Junior, prefeito de Caraguatatuba, no litoral paulista. O objetivo do Selo Amigo do Idoso via o incentivo de cidades e entidades públicas e da sociedade civil de promoverem ações que sigam os mesmos moldes do Programa São Paulo Amigo do Idoso.

O selo certifica as cidades que desenvolvem trabalhos voltados à terceira idade com base na Comissão Intersecretarial do projeto.

Parque Lagoinha

Além da participação no CCI, o governador também visitou o Parque da Lagoinha, na companhia do prefeito de Campos do Jordão, Fred Guidoni, e do presidente da Sabesp, Benedito Braga e ainda dos representantes da ARLA (Associação dos Amigos da Lagoinha).

O local abriga atividades de lazer para a comunidade e promove ações de sustentabilidade e preservação do meio ambiente. O terreno, pertencente à Sabesp, foi cedido à Prefeitura do município. Com 47,7 mil metros quadrados, o parque foi viabilizado pela parceria entre ONGs, Ministério Público, Prefeitura e comunidade local.

Já a Sabesp vai possibilitar que as pessoas realizem trilhas no espaço, onde haverá placas educativas com identificação das árvores que compõem o ambiente. Além disso, a empresa também vai implantar um centro de reciclagem, um viveiro de mudas e um galpão de substrato para cultivo. A companhia investiu um total de R$ 771 mil, entre terreno e benfeitorias promovidas por ela em prol da comunidade.

Sabesp e saneamento

Campos do Jordão assinou um novo acordo com a Sabesp em 2007 e desde então, já foram investidos mais de R$ 200 milhões em serviços de saneamento básico.

Sobre isso, merece destaque a Estação de Tratamento de Esgoto, considerada uma das mais modernas do Brasil, que usufrui de tecnologia de ponta. Com isso, o equipamento contribui para despoluir córregos e rios importantes da região, que atravessam a cidade, como Capivari, Galinhas, Piracuama, Sapucaí-Guaçu, Serraria e Sino. Atualmente, 100% do esgoto coletado é tratado, em Campos do Jordão.

Fonte: Jornal da Região

*Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação do evento