Coronavac em cidades de SC: Butantan fecha acordo com Estado catarinense

Coronavac em cidades de SC será oficializado amanhã (10), por meio de um contrato, assinado no município de São Paulo

O Instituto Butantan acaba de fechar um acordo com a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) para o fornecimento de doses da vacina Coronavac. O imunizante é desenvolvido em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Coronavac em cidades de SC – protocolo de intenções

O protocolo de intenções para ter a Coronavac em cidades de SC será assinado amanhã (10), na sede do Instituto Butantan, em São Paulo. No entanto, o valor das doses ainda não foi decidido.

​Campanha de vacinação

No entanto, o cotidiano ainda será de prevenção e protocolos até o ano que vem. Isso porque a demora do Ministério da Saúde prevê o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 em março. Porém, ainda não especificou quem são os laboratórios fornecedores. Portanto, os estados se preocupam. Prova disso é que ao menos oito deles já procuraram o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), para eventual compra da Coronavac.

​Plano de vacinação paulista

Na segunda-feira (7), o governo paulista anunciou um plano de vacinação com previsão de início para 25 de janeiro. De acordo com este cronograma, deverão ser vacinados primeiro profissionais de saúde, pessoas com mais de 60 anos e grupos vulneráveis, como indígenas e quilombolas. Isso dá um total de 9 milhões de pessoas. Todavia, a logística terá um custo de R$ 100 milhões aos cofres do estado.

Fase 3 da Coronavac

Por outro lado, o Instituto Butantan prevê que os resultados da fase 3 da Coronavac, que são decisivos para sua aprovação pelo órgão regulador, estejam prontos até o dia 15 de dezembro.

Ministro da Saúde

Ontem (8), o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, afirmou em reunião virtual com governadores de estado que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deve demorar 60 dias para aprovar o uso de qualquer vacina contra a Covid-19.

*Foto: Divulgação