Coronavac: vacinação em São Paulo começa hoje

Vacinação em São Paulo segue calendário, com horário definido e grupo prioritário

No domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso emergencial da vacina Coronavac, após embates de ordem política. Sendo assim, o estado de São Paulo inicia a campanha de vacinação contra a Covid-19 a partir de hoje (18).

Entretanto, respeitando o calendário, o primeiro grupo é apenas para profissionais de saúde e indígenas. A partir do dia 25 de janeiro o esquema será diferente.

Vacinação em São Paulo – logística

Para organizar toda a logística de vacinação em São Paulo, o governo estadual lançou o portal Vacina Já. O intuito é realizar um pré-cadastro e orientar sobre dias, horários e locais de vacinação. Todavia, o cadastro não é obrigatório e também não é um agendamento. As equipes de saúde vão utilizar a plataforma para organizar a imunização e evitar aglomerações.

Locais

Vale ressaltar que nesta primeira fase da campanha, a vacinação no estado será feita apenas nos Hospitais das Clínicas da capital paulista e de Ribeirão Preto (USP), HC de Campinas (Unicamp), HC de Botucatu (Unesp), HC de Marília (Famema) e Hospital de Base de São José do Rio Preto (Funfarme).

Com isso, os locais vão funcionar 12 horas por dia, das 7h às 19h.

Cada profissional de saúde receberá duas doses da vacina do Butantan, com intervalo de 21 dias entre cada aplicação, de acordo com o Plano Estadual de Imunização (PEI).

25 de janeiro

Em contrapartida, a partir do dia 25 de janeiro, o calendário segue outro esquema. Ou seja, ele será ampliado para 5.200 postos de vacinação já existentes. Além disso, o governo estadual não descarta a possibilidade de abrir novos locais de imunização.

Profissionais de saúde

O primeiro grupo, que diz respeito aos profissionais de saúde, serão vacinados 1,5 milhão de pessoas. Em seguida, acontece a vacinação em São Paulo de 7,5 milhões de cidadãos acima de 60 anos.

De acordo com o calendário, após os trabalhadores da saúde, será a vez dos idosos com 75 anos ou mais. O imunizante será aplicado em duas doses, com um intervalo de 21 dias entre elas.

Vacinação a partir do dia 25 de janeiro

Horários:

  • Segunda a sexta-feira, das 8h às 22 horas
  • Sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h

Calendário

Calendário de Vacinação em SP – 1ª fase

Municípios mais populosos

Contudo, o governo estadual enviará a vacina diretamente para os 200 municípios mais populosos, com mais de 30 mil habitantes. Já as outras 445 cidades farão retiradas semanais em 25 centros de distribuição espalhados por São Paulo.

Plano Nacional de Vacinação

Além do começo da vacinação em São Paulo, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse entrevista ontem (17), que a vacinação em todo o país começará no dia 20 de janeiro. Mas ele afirmou que toda a logística de distribuição começa hoje (18).

Assim como no estado paulista, o primeiro grupo a ser vacinado é o de profissionais da saúde, seguido por idosos e pessoas com comorbidades.

Porém, ainda não existe um cronograma detalhado do Ministério da Saúde. Diante disso, os governos estaduais e municipais podem criar seus calendários, assim que receberem as doses.

Dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), o governo federal distribui o imunizante aos estados, que têm a obrigação de distribuir aos municípios.

*Foto: Divulgação/Amanda Perobelli/Reuters