Governador de PE manda fechar comércio e obras

Fechamento do comércio e de obras no estado de Pernambuco passa a valer neste domingo (22); já os serviços essenciais serão mantidos

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, determinou nesta sexta-feira (20) que a partir do próximo domingo (22) os estabelecimentos comerciais, serviços e obras de construção civil em todo o Estado sejam fechados. O objetivo da medida é conter o avanço do novo coronavírus (covid-19).

Fechamento do comércio e outros serviços no estado de Pernambuco

Ontem (19), foram anunciadas restrições de funcionamento para shopping centers, bares, restaurantes, lanchonetes, comércios de praia, salões de beleza e clubes sociais a partir de amanhã (21).

No entanto, a medida de contenção da covid-19 não engloba serviços essenciais à população, como: farmácias, supermercados, mercadinhos, padarias, postos de gasolina, casas de ração animal, comércio de água mineral e gás, além de obras, hospitais, abastecimento de água, gás, energia e internet. Porém, para obras contratadas pelo serviço público de todos os entes federativos e consideradas vitais também não deverão ser suspensas.

Coletiva de imprensa

Durante a coletiva, transmitida pela internet, o governador Paulo Câmara voltou a pedir que a população do Estado fique em casa:

“Precisamos nesse momento que o maior número possível de pessoas fique em casa para que tenhamos o mínimo de contato social”,

Ele ainda acrescentou que o Estado continua trabalhando em ações para expandir a rede de atendimento hospitalar.

Em outra coletiva marcada para esta sexta-feira, novas medidas serão anunciadas pelo Governo do Estado:

“Quero agradecer a compreensão de todos e assegurar aos pernambucanos e pernambucanas que estamos reunidos com os maiores especialistas de várias áreas para contribuir no enfrentamento dessa epidemia.”

Fonte: Folha de Pernambuco

*Foto: Divulgação